Demorei, mas voltei. Há quem saiba que em outubro/2016 fui ao Rio de Janeiro novamente, e que cidade maravilhosa... Eu consegui fazer uma viagem, que em meu ponto de vista foi bastante econômica. Foi tudo de ultima hora, só eu e minha mãe, comecei a planejar a viagem antes. 

-As passagens;

Ida: 
Preferimos ir de ônibus, já que partimos no sábado à noite, depois do trabalho, escolhemos ir de ônibus pois é uma viagem de mais ou menos seis horas, dava pra dormir tranquilamente e chegar ao destino descansadíssimas. Fomos até o Terminal Rodoviário Tietê aqui em SP por volta das 23hrs, e compramos a passagem na hora mesmo. Conseguimos pegar ônibus semi-leito pelo preço de um convencional, R$91,00 cada lugar, sendo que o semi-leito custa em torno de R$119,00.
Vale lembrar: comprando na hora é muito provável que consiga um baita desconto, porém não é recomendável próximo à datas comemorativas pois normalmente acaba não sobrando lugar e você pode acabar sem desconto e sem assento. 

-Chegada e transporte
Chegamos à Rodoviária Novo Rio, que fica no centro do RJ, pegamos o Frescão - ônibus estilo executivo do RJ-, até a Barra da Tijuca, onde ficamos hospedadas, o preço dessa linha que pegamos, 2018- Rodoviária/Terminal Alvorada, foi R$16,00. É outra viagemzinha, cerca de 30 ou 40 minutos. De lá pegamos um ônibus municipal que passava pela praia, Av. Lúcio Costa, bem em frente ao Posto 6, logo à diante de onde nos hospedamos, que foi R$3,80.

-Acomodações
Alugamos um quarto pela Airbnb, na barra, clique aqui  para ver o apartamento que ficamos. Fomos muito bem recebidas, pretendo fazer um post sobre lá em breve. Ficou um total de R$299,00 o quarto por duas noites, de domingo de manhã, à terça feira à tarde, dando R$149,50 para cada. Tínhamos à nossa disposição; cafeteira, geladeira, todo o piso superior, sala, tv, tudo. 

-A praia 

Já acomodadas, resolvemos dar uma volta na praia para conhecer. Fui fazer uma aula de surf, não vamos incluir esse gasto na conta final, pois é algo muito opcional, foi pouco mais de uma hora de aula por R$70,00 com a Rico Surf, no Posto 4, com o José Roberto. Foi uma aula super produtiva, valeu cada tombo! 
A praia é super segura, e muito limpa! Entrou pra lista das minhas praias favoritas. Caminhamos bastante, super tranquilo. 

-Barra Shopping
Pegamos um Uber até o Barra Shopping, R$7,00 o total, era bem pertinho de carro, à pé seria uma caminhada um tanto quanto demorada para uma viagem de tempo curto. R$3,50 pra cada, ok, acabou mais em conta que tomar ônibus. 
O shopping é imenso e muito lindo. Bem iluminado, organizado. Só achei que tinha poucos banheiros e os que tinham eram muito apertados. Comemos em fast food mesmo, não me recordo qual mas gastamos cerca de R$18,00 cada. Andamos bastante, fizemos umas comprinhas ainda na Renner.
Já de noite, passamos no Carrefour que era bem ali ao lado. Compramos leite, pão, bisnaga, e o básico pro café da manhã. Deu R$9,00 pra cada. 

Voltamos ao apartamento (R$+3,8 do ônibus) já um pouco tarde e descansamos, pois no outro dia iríamos visitar o centro. 

-Centro do RJ
Segunda-feira, pegamos um uber (+R$3,50 pra cada) para o Terminal Alvorada, pois encontramos um amigo carioca que foi conosco dar um passeio pelo centro. Pegamos o BRT (tipo um trólebus de SP), +3,80 até o metrô da Barra, e pegamos o metrô (+R$4,10) até a estação Carioca, no centro do Rio. 

Andamos por quase todo o centro do Rio, depois quero fazer um post somente sobre o centro de lá! Passamos pelo centro comercial, marinha, Museu do Amanhã, conhecemos a Lapa, inclusive andamos no bondinho de Santa Teresa! Não pagamos para andar, era gratuito até então, mas a partir do dia 15 de dezembro, ele passará à custar R$20,00! Achei absurdo esse preço, felizmente tive a oportunidade de conhecê-lo antes, é um passeio muito gostoso. 
Outra vez apelamos pro fast food, promoção do Burguer King, o salvador econômico dos meus roles. Foi menos de R$20,00 também. 
Paramos vez ou outra pra comprar uma camiseta, uma lembrancinha. Em Santa Teresa tem uns lugares incríveis que vendem suvenires num ótimo preço. 
Andar pelo centro lhe custa um dia inteiro, passamos ainda pela Uruguaiana, o Camelódromo. 
Voltamos à Barra, +R$4,10 de metrô e +R$3,80 de ônibus.
Fomos de novo à praia, mas estava ficando friozinho, fomos novamente ao Barra Shopping, +R$3,50 de Uber pra cada. 
Fui ao cinema, não deu nem R$10,00, lá é bem em conta na segunda, ainda comprei pipoca e refri. Porém, esses são gastos opcionais.
Pegamos ônibus para voltar pro apartamento, +R$3,80. 

-Lagoa Rodrigo de Freitas

Já na terça-feira, demos uma caminhada até o Posto 1, chegando da Praia do Pepe na Barra e pegamos um Uber até a Lagoa Rodrigo de Freitas, já que não nos restava mais tanto tempo para pegar transporte coletivo que é um tanto quanto demorado no Rio. Em cerca de 20 minutos chegamos, não lembro o total do Uber, mas deu menos de 14 reais pra cada. A lagoa é enorme, e é muito bem cuidada em seu entorno, tiramos muitas fotos. Inclusive essa foto do início do post foi num pier de lá também! Um lugar incrível para tirar fotos, relaxar, passear, caminhar!

Mommy poderosa.

Andamos da Lagoa até Ipanema, um ponto positivo para essa parte do Rio, é que existem placas por todo canto indicando a direção e o tempo estimado até outros pontos turísticos, é um ótimo meio de incentivar as pessoas à andarem a pé, você acaba descobrindo que tudo é mais perto do que parece ser.
Achei Ipanema um bairro maravilhoso. Não preciso nem comentar que lá é cheio de verde, nem se compara com São Paulo, não é mesmo? Fomos até o comecinho do Leblon e voltamos um pouco para mais uma vez irmos ao Burguer King. Economia é economia, não é mesmo? +R$20,00. 
Pegamos metrô +R$4,10 e ônibus +3,80 para voltar ao apartamento. 
Nossas últimas horas na cidade maravilhosa. Bateu até uma tristeza em pensar que logo estaria de volta ao caos de São Paulo. Arrumamos nossas coisas, batemos um papo com a Luz, nossa anfitriã queridíssima do apartamento, pegamos um uber até a Alvorada novamente, +R$3,50 pra cada. E pegamos o Frescão +R$16,00 até o aeroporto, 

-Volta
Conseguimos um voo pela Voe Azul por R$145,00, RJ Santos Dumont X SP Guarulhos comprando duas semanas antes. 

Total da viagem transporte/hospedagem/passagens/comida: R$547,60
Total da viagem com os opcionais de aula da surf, cinema e algumas comprinhas: R$707,60.

Dava pra economizar mais ainda nessa viagem, se fosse mais gente, indo de carro com 5 pessoas sai muito mais em conta, voltando de ônibus também, preparando a comida invés de comprar em fast food e restaurante.

O que mata no Rio de Janeiro é o transporte! É tudo caro, não tem aquele bilhete como em SP que você pega até 3 ônibus durante 3 horas pagando uma só tarifa, etc. Muitas vezes compensa rachar um uber entre a galera. 

Mas mesmo assim, dá pra viajar tranquilamente gastando pouco. 

Espero que ajude-os a planejar uma viagem fazendo uma economia maior! E que venham as próximas trips!

Rebeca Cruz.


Se hospedar em São Paulo não é uma tarefa das mais difíceis, só basta decidir o que você prefere:

Hospedagens Econômicas:
Se os seu intuito é explorar a cidade, primeiramente confira o post sobre hospedagens altenativas, analise as opções de aluguel de quarto, apartamento e os hostels.
-Visite a Airbnb, tem quartos em São Paulo partindo de R$61,00.
-Conheça os melhores hostels de SP pela Hostelworld, existem alguns maravilhoso em bairros boêmios como na Vila Madalena, o Ô de Casa, por exemplo.

Clássicos (entre R$110 e R$300,00):
Se hospede na região do centro e tenha tudo por perto.

Hotel Itamarati, vale apena o custoXbenefício, tem um preço camarada e ótima localização.
Luz Plaza São Paulo, próximo ao Bom Retiro e estação da Luz
Ibis Budget, pra quem é fã da rede, esse aqui fica na Avenida São João, localização privilegiada.
Bourbon São Paulo Express, é só conferir, ótimos comentários sobre ele!

Luxo (pagando mais de R$300):
Você pode ter um apartamento ou casa inteira pra você pela Airbnb, quer coisa melhor que isso?hahaha
Ou você pode ficar no luxuosíssimo Hotel Unique por mais de R$2600,00. Doeu esse preço né?
Que tal o Hotel Fasano, por R$1300,00?

Quais outros hotéis e hospedagens vocês recomendam? Deixe seu comentário para acrescentarmos aqui!

Rebeca Cruz.

   Muita gente desiste de viajar na hora que vai até a agência de viagem e vê que aquela viagenzinha nacional de três dias sairia mais de dois mil reis por pessoa. Por isso viemos aqui lhe ajudar a planejar uma viagem econômica.

Planeje com antecedência. É o seguinte: não adianta dizer que quer conhecer Ilha Bela esse fim de semana gastando 400 reais. Pra você fazer uma viagem nacional realmente econômica, recomendo que comece a planejar pelo menos três meses antes. Eu nunca fiz uma viagem internacional, mas pelo o que vejo meus amigos dizendo, precisa planejar com no mínimo seis meses de antecedência.

Liste pelo menos três destinos que você tem interesse. Nem sempre o seu destino dos sonhos vai estar em promoção, mas o mundo é enorme e maravilhoso, com certeza tem algum outro lugar super em conta pra você conhecer agora, então, tenha algumas opções em mente e aposte na que sair mais em conta.

Sites de compras coletivas são seus aliados. Sabe o Groupon e o Peixe Urbano? Eles vão virar um dos seus melhores amigos. Pra quem nunca usou esses sites, eu lhe garanto que são 100% confiáveis, eu vivo comprando as coisas por lá, estadias de hotéis (tem hotel 5 estrelas com até 70% de desconto), idas à restaurantes, passeios, etc. Você encontra pacotes internacionais com aéreo até. Vale muito a pena.

Carro, ônibus ou avião? Essa é uma questão super importante! Se você está viajando para cidades e estados próximos, o carro vai ser quase sempre a melhor opção se for fazer uma viagem em grupo. Por exemplo, pra ir de São Paulo (capital) para o Rio de Janeiro, tenho gastado por volta de 260 reais de gasolina e pedágio, que divido em 5 passageiros, sai por volta de 52 reais por pessoa, e são 5 horas e meia de viagem em média. Porém se você não tem um carro à sua disposição, existe um site (também o APP para smartphone) chamado Bla Bla Car, onde os usuários do site oferecem "carona" para vários destinos dividindo as despesas. Dá para ler os comentários sobre os motoristas, as avaliações, etc., e sai quase a mesma coisa do que indo com seus amigos.
Porém, se você vai levar muita bagagem e vai viajar sozinho ou em até 3 pessoas, descarte o carro, o ônibus provavelmente será sua melhor opção para destinos próximos. Você pode até dar uma relaxada no ônibus e descansar no percurso. SP X RJ está por volta de R$90,00 um assento em ônibus convencional, vai sair mais barato do que viajar sozinho de carro. Viagem de carro só sairá mais em conta se for dividir em no mínimo 4 passageiros, não se esqueça!
O avião é o essencial para viagens distantes. Acho que você não está disposto a viajar 4 dias de carro ou ônibus para chegar no destino né? E sairia bem mais caro uma viagem longa de carro, obviamente. Para garantir um preço justo, comece a pesquisar meses antes. E lembre-se de que existem macetes para conseguir uma passagem mais em conta, depois farei um post inteiro sobre isso, mas o que lhes adianto agora é que o preço da passagem varia de acordo com o dia que você está pesquisando e a hora até (existem promoções somente de madrugada, meu próximo vôo consegui comprando por volta da meia noite, RJXSP por R$105,00 na Voe Azul, sendo que a média estava por R$144,00 para a data desejada, mas acabou em menos de meia hora passagens por esse preço). Vôos de terça e quarta costumam sair mais barato do que no resto da semana. Outra enorme vantagem do avião é que é extremamente mais rápido!

É hora de pensar nas hospedagens alternativas. Se você não encontrou nem no Groupon uma promoçãozinha pro seu destino, está na hora de pensar nas hospedagens alternativas. Hostels serão sempre uma ótima opção, um site que tenho gostado bastante é o Hostelworld . Para saber tudo sobre hospedagens alternativas, clique aqui. Provavelmente será uma ótima opção e você vai economizar absurdamente.

Planeje o roteiro. Planeje tudo, faça as contas, pesquise. Não chegue em São Paulo querendo conhecer o MASP e pague R$30,00 pra entrar nele sendo que ele e quase todos os museus de São Paulo tem pelo menos um dia de visitação gratuita, que você pode conferir clicando aqui. Você pode economizar no transporte da cidade caso ele ofereça um passe específico, na comida fazendo compras nos mercados, comendo em lugares populares da região ou usando as promoções dos sites de compras coletivas, que também serão uma ótima ferramenta para achar passeios mais em conta, pesquise em sites como o Catraca Livre e o Guia da Semana os eventos do dia, eles sempre dão dicas econômicas.

Não seja impulsivo. Não saia comprando tudo o que achar diferente, nem lembrancinha para todo mundo que você conhece, nem compre sem pesquisar antes, tudo isso gera despesas que poderiam ser desnecessárias.

Se você tiver mais alguma dica, conte pra gente, podemos incluí-la aqui!
Espero que tenham ótimas trips por aí e fale delas pra mim também, pode contar tudo. 
"Aquele que não compartilha seu conhecimento, deixa morrer consigo os frutos de sua sabedoria.-
Hélcio Macedo"
Rebeca Cruz.


Pensou em fazer aquela viagem mas o preço do hotel está absurdamente caro? Quer viajar com os amigou ou a família, fez as contas e simplesmente viu que não tem como pagar estadia pra todo mundo? Cansou daquela mesmice de check in e check out no horário determinado, se sente enjaulada naqueles quartos de 15m² que lhe oferecem e e acha desconfortável esbarrar com aquele pessoal de "nariz empinado" andando pra lá e pra cá nos hotéis? 
Acredito que achamos as soluções dos seus problemas! Temos três dicas de lugares alternativos para você se hospedar de acordo com o que precisa:

  • Hostels: podemos considerar que os hostels são as pousadas modernas: são quartos compartilhados, normalmente tem entre 4 à 8 camas ou beliches num quarto. É surpreendentemente em conta. Em São Paulo conseguimos achar diárias a partir de R$25,00 no hostel Red Blue no bairro Santa Cecília, e a partir de R$23,65 no Rio de Janeiro no hostel El Misti Botafogo. Os preços variarão de acordo com a data desejada e o local, e lembre-se de que existem várias categorias de hostels, os mais populares e também os que são um pouco mais luxuosos. Você pode pesquisar hostels no mundo todo em sites como o Hosteis.com, mas o meu favorito é o Hostelworld. Dica: Se hospedar em um hostel vale a pena para quem curte mesmo uma boa aventura, está aberto à novas experiências e amizades, ideal para viagens curtas e para quem quer viajar sozinho ou com amigos, com certeza será uma experiência descontraída. Mas se você prefere mais privacidade, espere aí pois também temos algo para você.

  • Quarto em casa/apartamento de família: companhia e novas amizades são ótimas, mas talvez você prefira um pouco mais de privacidade, como um quarto só seu. Alugar um quarto em casa de família pode sair mais em conta do que o esperado, e muitas vezes você consegue se hospedar num local maravilhoso com todos os benefícios que você teria num hotel. Em São Paulo, numa busca rápida no site Airbnb, podemos achar diárias partindo de R$61,00; no Rio de Janeiro, existe suíte a partir de R$58,00  e em mais de 191 países você pode encontrar quartos com ótimos preços. Normalmente os anfitriões do imóvel são muito receptivos e te ajudarão a se localizar bem em sua viagem. Dica: Aluguel de quarto é ideal para quem vai viajar à trabalho, para casais, poucos amigos e famílias de até 4 pessoas. Já reservei um quarto em casa de família no Airbnb, tenho viagem marcada para o dia 22 com destino ao Rio de Janeiro ✈ e logo mais contarei a minha experiência. 

  • Casa/apartamento inteiro: sim, você pode alugar um imóvel inteirinho pra você, e acaba saindo mais em conta do que alguns hotéis, sabia? Ainda pelo Airbnb, encontramos em São Paulo, apartamentos e casa inteiros com diárias entre R$65,00 e R$329,00 em média. No RJ diárias partindo de R$119,00. Pra quem estiver querendo algo mais glam, tem gente alugando até Duplex luxuoso com capacidade para 14 pessoa! Pelo Airbnb dá pra encontrar quartos e Apês pelo Brasil todo e pelo mundo inteiro, vale a pena conferir. Dica: Alugar uma casa inteira é ótimo para quem pretende fazer uma viagem mais longa, ideal para famílias e grupos de amigos. 
Preparado para encarar as próximas viagens de um jeito diferente? Eu já estou embarcando nessa. ✈ ✈ ✈ 

Rebeca Cruz.


Desde criança, a maior desculpa para não sair era: "não tenho dinheiro/é muito caro". Muita gente diz que São Paulo é muito cara e que cultura aqui é coisa de gente rica, então, eis que digo à vocês: há muita cultura e diversão gratuita em São Paulo.
Muitos dos museus paulistanos oferecem alguns dias gratuitos para todos curtirem o melhor de Sampa sem gastar nada.


  • Catavento Cultural: gratuito aos sábados; museu interativo dedicado às ciências. Av. Mercúrio, s/n - Pq Dom Pedro II.
  • Memorial da Resistência: gratuito todos os dias; museu dedicado à preservação das memórias da resistência e repressão política do Brasil; Largo General Osório, 66.
  • Museu da Imigração; gratuito aos sábados; memória aos imigrantes; Rua Visconde de Parnaíba, 1316.
  • Museu Afro Brasil; gratuito aos sábados e quintas-feiras; museu histórico, artístico e etnológico da cultura negra no Brasil; Av. Pedro Álvares Cabral, Parque Ibirapuera, Portão 10.
  • Museu da Imagem e do Som (MIS); gratuito às terças feiras; museu audiovisual; Av. Europa, 158.
  • Museu da Língua Portuguesa; gratuito aos sábados; museu de linguagem interativo; Estação da Luz, Praça da Luz s/n.
  • Museu de Arte Contemporânea (MAC); gratuito todos os dias; museu de arte contemporânea; Av. Pedro Álvares Cabral, 1301.
  • Museu de Arte de São Paulo (MASP); gratuito às terças feiras; museu de arte; Av. Paulista, 1636.
  • Museu de Arte Moderna (MAM); gratuito aos domingos; museu de arte moderna; Parque Ibirapuera, Portão 3.
  • Museu de Arte Sacra; gratuito aos sábados; artes visuais sacras; Av. Tiradentes, 676.
  • Museu do Futebol; gratuito aos sábados; história do futebol; Praça Charles Miller, s/n.
  • Museus dos Transportes; gratuito todos os dias; transportes; Av. Cruzeiro do Sul, 780.
  • Centro Cultural de São Paulo (CCSP); gratuito todos os dias; artes visuais; Rua Vergueiro, 1000.

Qual vai ser a sua próxima parada?

Facebook  Instagram  
Tecnologia do Blogger.